Congregação dos Sagrados Estigmas De nosso senhor Jesus CristoPresente no Brasil desde 1910
Província Sta. Cruz

Necrológio Província Santa Cruz

NECROLÓGIO
- Trata-se da alma, trata-se da eternidade -

(Gramática de Padre Gaspar, 338)


Para morrer bem, é preciso fugir do ócio, do pecado e da ocasião de pecado. Os que tiverem feito o bem sairão para a ressurreição de vida; ao invés, os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição de condenação (Cf. Jo 5,29). Não é suficiente converter-se com a inteligência. Não é fácil mas é fundamental fazê-lo com a vontade. (1) 

É preciso, portanto, muito empenho, para concretizar uma conversão séria de toda a vida. Se ainda vivemos sob o jugo do pecado, temos que detestá-lo, confessá-lo aos pés do sacerdote, abominá-lo, abandonar as ocasiões e apegar-se a todos os meios válidos para poder perseverar em nossa decisão. (2)

Meditemos. O passado já foi. O futuro ainda está por vir. Só o presente existe e está em minhas mãos. Viver o dia a dia, de manhã ao meio-dia, do meio-dia à noite, realizando tudo com o maior empenho. Talvez, não nos será dado outro tempo para glorificar a Deus. (3)

Quando as pessoas se encontram com a alma bem disposta, já em perigo de morte, não é desejável que o Senhor lhes prolongue a vida. A morte é uma ponte entre duas eternidades, antes e depois É um passo. Quando uma pessoa tem certeza de fazê-lo bem, não é desejável que não o execute naquele exato momento. (4)  

1. “Diário Pessoal” [Memorial Privado], p. 105 s.: anotação de 15-02-1809.
2. “Pregações à juventude, n°. 24: A morte iminente”, MS 944; PVC, n. 73.
3. “Diário Pessoal” [Memorial Privado], p. 51; anotação de 17-09-1808.
4. O.c., p. 90: anotação de 23-12-1808.
  


Confrades Estigmatinos falecidos por ordem alfabética:

A - F

G - L

M - R

S - Z

 

"Dai-lhe, Senhor, o repouso eterno
e brilhe para eles a Vossa luz!"

Amém